quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Gravidade.


Lei da gravidade - Newfall


Depois dessa longa caminhada,
o próximo passo sempre é mais pesado que o anterior.
Depois de uma longa escalada,
olho pra baixo, e minha vertigem me mostra o quanto eu mudei.
Vejo meus erros refletidos em você.
Vejo meus sonhos sendo derrubados aos poucos.
Não vejo seus olhos em mim.
Não vejo nada que faça sentido.

Chegou a hora, (perco o controle dessa vez!)
Chegou a hora, (a gravidade me derruba outra vez!)
Vejo meus cacos caindo ao chão.
Fecho os olhos, a insônia me corroe.

Aos poucos fui deixando de lutar, encontrando dificuldade em cada passo
cambaleando aos lados, sem ter alguém em me apoiar.
Lentamente fui perdendo meu foco, o ímpeto do começo,
a identidade do inicio, e deixei de sonhar.

Lentamente tirei toda a felicidade de minha mente.
Definitivamente não queria voar em vão.
Você levou o que sobrou dos meus sonhos,
te respondi com o pior dos meus pesadelos.

Chegou a hora, (perco o controle dessa vez!)
Chegou a hora, (a gravidade me derruba outra vez!)
Vejo meus cacos caindo ao chão.
Fecho os olhos, a insônia me corroe.

Não vou deixar que o meu pesar me conduza a cair.
Não vou permitir que meus pés toquem os céus.
Vou transformar o destruir em reconstruir,
não vou voar, não vou fugir...
lentamente vou me reerguer.

1 comentários:

Andressa disse...

adorei, Gio *-*

Postar um comentário