sexta-feira, 22 de junho de 2012



O Nascer


Mil novecentos e noventa...
A quietude do dia apresenta,
Após contrações simultâneas,
Outra estrela se apaga...
Ocupada será mais uma vaga
De todas as palavras subterrâneas!

Some, com os anos, a palidez.
Apresenta alguns sinais de lucidez,
Por realizar o que foi planejado.
O pessimismo infecta-o como um vírus,
Nota-se em contubérnio com os papirus
Tudo o que deveras foi vivenciado.

O despertar dos sentimentos subterrâneos,
Que o faz escrever para inúmeros crânios
Onde sua ideia foi plantada.
Infecta as letras com tremenda tristeza,
Fogem das vogais a constante beleza...
Onde a mágoa foi lapidada.

Foge do habitual por não viver essa parte.
Acumula as mágoas, transforma-as em arte,
Que aos desavisados horroriza.
Foge das cópias feitas ao carbono,
Das alegrias servidas por um mordomo
Com o sangue natural na camisa.

A sua figura em um espelho natural
Esconde um interior racional,
Não gastando saliva ao se expressar.
Calcula o peso dos escritos,
Escutando os ossos e seus atritos...
Enquanto a caneta passa a dançar.


Ignora sentimentos com invalidade
Perpendicularmente com a intensidade
De cada letra que ele faz nascer.
Despertando em você diversos sentimentos,
Assistidos na soma de todos os momentos,
Que sua poesia faz crescer.


Cada humano que nasce, sente...
Chora, ri, perde e vence...
Sem perder a sua individualidade,
Se orgulhando de todos os seus feitos.
Mas eu, procuro no âmago de todos os defeitos
Todas as mais belas qualidades!




- Sérgio Schiapim









4 comentários:

Dellone disse...

Me atrevo a dizer apenas "Belíssimo" poema!

Parabéns Lord... admiro vossos escritos,
tem uma leveza interessante e agradável de ler!

...Boa tarde e Bom fim de semana para ti!

gisele disse...

Serginho concordo com o Dellone,
BELISSIMO POEMA.
Todos seus poemas são lindos e gostosos de ler.
Parabens!
Bjinhu

Mandy Emmanuelle disse...

como sempre você escreveu muito bem. Já sou sua fã giozinho

Luara Potiguara disse...

Há tempos não venho aqui, e sinto falta de ler a escrita que até me inspira e me faz querer degustar e ousar um pouco mais na leitura e nas letras. Hábil no uso das palavras e sábio em mostrar sentimento em cada frase. Sempre bom estar aqui!

Postar um comentário